Desnutrição

A desnutrição é caracterizada pela falta de alimento ou pela falta dos nutrientes
necessários ao organismo. 

As pessoas mais suscetíveis à desnutrição são:

  • Crianças
  • Gestantes
  • Mães que estão em fase de amamentação
  • Idosos
  • Pessoas com algum tipo de patologia que desenvolva a desnutrição por dificuldade de alimentar-se
As causas da desnutrição são:
  • Falta de alimento
  • Ingestão inadequada de alimento
  • Má – absorção (devido a alguma patologia)
  • Anorexia

Ela pode ocorrer em diversas fases da vida, sendo mais comum e mais grave em bebês e crianças de até cinco anos de idade. Em uma criança, a desnutrição causa um déficit de crescimento e de ganho de peso que compromete:
  • Desenvolvimento psicológico
  • Desenvolvimento físico
  • Desenvolvimento intelectual
  • Ocorre maior incidência de doenças

A melhor forma de evitar a desnutrição é realizar um acompanhamento do crescimento e do peso correlacionado com a idade. O ideal é que este acompanhamento seja realizado desde a gestação até a puberdade (17 – 18 anos).

Durante os primeiros 6 meses o ideal é oferecer ao bebê somente o leite materno, pois este fornece todos os nutrientes necessários para esta fase. O essencial é cuidar da alimentação da mãe, pois uma alimentação balanceada produzirá leite em maior quantidade.

Após este período é preciso iniciar a alimentação, mas esta deve ser acompanhada por um médico ou nutricionista para orientar o tipo, quantidade e formas de preparo do alimento que será oferecido ao bebê.

A mãe que está amamentando também deve cuidar de sua alimentação. Para a produção do leite o organismo retira os nutrientes necessários da mãe. Caso estes nutrientes não sejam repostos pode ocorrer um estado de desnutrição. O acompanhamento médico e nutricional desta fase é de essencial importância para a saúde e bem estar da mãe.

Os idosos, pelo próprio processo de envelhecimento, alteram a sua composição corporal, sendo este um fator de risco para a desnutrição. Neste período ocorre aumento da massa gorda e diminuição da massa muscular. Além disso fatores como paladar, apetite, freqüência de atividades físicas dificultam a alimentação. É preciso que o idoso tenha um acompanhamento nutricional periódico, para verificar a quantidade de massa muscular e atender todas as necessidades nutricionais.

Em adultos, a desnutrição pode ocorrer devido a alguma patologia, problemas relacionados à absorção de nutrientes, entre outros.

Um indivíduo que possuía uma alimentação normal e passa a possuir uma alimentação restrita, o organismo primeiramente esgota seus estoques de energia. Após este período o organismo utiliza o tecido muscular como fonte de energia para manter suas necessidades fisiológicas normais.


Esta degradação causa diversas complicações como:
  • Degradação de massa muscular do coração podendo acarretar em insuficiência cardíaca.
  • Queda brusca do sistema imunológico, propiciando o indivíduo a pegar doenças e infecções.
  • Diminuição da freqüência respiratória
  • Indisposição, fadiga, cansaço
  • Pele seca
  • Cabelos e unhas quebradiços
Criança Gestante / Lactante Adultos Idosos
Avaliar reserva de massa gorda Avaliar reserva de massa gorda Avaliar reserva de massa gorda Avaliar reserva de massa gorda
Avaliar reserva de massa magra Avaliar reserva de massa magra Avaliar reserva de massa magra Avaliar reserva de massa magra
Avaliar crescimento de acordo com a idade Avaliar a relação do peso com a estatura Avaliar a relação do peso com a estatura Avaliar a relação do peso com a estatura
Avaliar ganho de peso de acordo com a idade Avaliar ganho de peso de acordo com a idade gestacional Avaliar a ingestão alimentar Avaliar a ingestão alimentar
Avaliar a relação do peso com a estatura Avaliar a ingestão alimentar Orientar quanto à higiene dos alimentos Orientar quanto à higiene dos alimentos
Avaliar a ingestão alimentar Orientar quanto à higiene dos alimentos Avaliar a alimentação de acordo com a patologia Alterar a consistência dos alimentos de acordo com a aceitação
Orientar quanto à higiene dos alimentos Utilização de suplementos somente com orientação médica e/ou nutricional Utilização de suplementos somente com orientação médica e/ou nutricional Utilização de suplementos somente com orientação médica e/ou nutricional
Utilização de suplementos somente com orientação médica e/ou nutricional


Este acompanhamento periódico auxilia no diagnóstico precoce e assim é possível
evitar grandes deficiências ao organismo.


               


 

Nutrição e Care
Nutrição Esportiva
Nutrição e Estética
Nutrição e Fases da Vida
Home Care
Nutritional Coaching
Personal Diet

Alimentação

Alimentação na Infância

Alimentação na Gestação
Alimentação do Idoso Alimentos Funcionais
Alimentação na Escola

Doenças

Alergia e Intolerância
Desnutrição
Diabetes
Dislipidemias

Gastrite
Úlcera
Doença do Refluxo
Obstipação Intestinal
Distenção Abdominal

Diverticulose
Hipertensão Arterial
Obesidade
Oncologia
Transtornos Alimentares


Menu principal

Equipe
Exames
Consultoria
Cursos
Mídia
Contato

Livros
Receitas